quinta-feira, 31 de julho de 2008

papagaio

PAPAGAIO



Caracterização

Mede 36cm, seu peso é de 400g. É o papagaio mais procurado, pois tem fama de "falador". Fronte o loras azuis, o amarelo da cabeça estende-se por cima e por detrás dos olhos contornando-os. Bico negro. Existem indivíduos predominantemente amarelos; os imaturo podem ter a cabeça toda verde.
Habitat
Vivem na mata úmida ou seca, palmais, beira do rio.


Distribuição
Ocorre do Nordeste (Piauí, Pernambuco, Bahia, pelo Brasil central (Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso), ao Rio Grande do Sul, Paraguai, norte da Argentina e Bolívia.


Hábitos
Entre os papagaios, macho e fêmea voam tão juntos um do outro que o casal parece ser uma grande e fabulosa ave de quatro asas. A melhor defesa que possuem é ficarem imóveis e calados. Os movimentos lentos que assumem ao andarem, treparem ou comerem parecem ser prudentemente calculados servindo também para se ocultarem ainda melhor; na mata traem-se mais pelo barulho de frutos que fazem cair no solo. Emite um sinal de satisfação e tranquilidade, no poleiro, através de um estalo produzido pela raspagem da mandíbula contra as ondulações da superfície do "polato".


Alimentação
Procuram seu alimento tanto nas copas das árvores mais altas, como em certos arb ustos frutíferos. Subindo na ramaria utilizam o bico como um terceiro pé; usam as patas para segur ar a comida, levando à boca. Gostam mais das sementes do que da polpa da frutas. São atraídos por árvores fru tíferas como mangueiras, jaboticabeira, goiabeiras, laranjeiras e mamoeiros.


Reprodução
Nidificam nos troncos ocos de palmeiras e outras árvores; aproveitam-se de fendas pela decomposição, em rochas erodidas ou até em barrancos. Afofam o fundo de suas cavidades com madeira triturada, o que facilita a secagem do fundo banhado pelas fezes líquidas. A postura é de 4 ovos. Os filhotes abandonam o ninho após dois meses. Essa espécie começa a reproduzir tarde, com 3 a 4 anos de vida. Nidificam de setembro em diante.


Manifestações sonoras
São muito barulhentos. É o melhor falador dentre os psitacídeos nacionais; treinado desde pequeno, continuam a aprender por vários anos. Voz: "krik-kiakrik-krik-krik", "kréo" (bem típico), "rak-áu" (voando); canto melodioso: "drüo druo-druo-druo drüo drüi dü; pedinchar do filhote "ga, ga, ga, ga".


Comércio, declínio da espécie

Os papagaios são capturados clandestinamente e transportados para serem vendidos. Além da captura se perdem ovos e muitos filhotes morrem no ato da retirada das aves dos ninhos, pois freqüentemente derruba-se a árvore, eliminando assim também os locais favoráveis para reprodução, como exemplo, as palmeiras velhas, que são os melhores locais para essas aves procriarem.
Destacamos também a falta de comida, decorrente da eliminação das fruteiras nativas nas matas.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Início